Project Nonio: Media Players Nacionais querem lutar com a Google partilhando dados dos utilizadores

protecçãodedados

#1

“This summer, the companies plan to start asking users to log in to one of their multiple websites who’ll then be recognised across the hundreds of sites owned by the media companies, including magazine and news brands, as well as TV and radio on-demand services. Once signed up, the publishers can collect device, behavioural and purchasing data, and semantic and contextual website data in a separate DMP.”


#2

É engraçado só sabermos disto num site estrangeiro. Há alguma informação oficial na net? É que só encontro este outro artigo acerca do projecto.


#3

Encontrei isto, o que me deixou ainda mais confusa. Afinal, a Google está a co-financiar o projecto.

No seguimento disto: os principais meios de comunicação portugueses vão começar a pedir login, para poderem "acumular um histórico de hábitos da mesma pessoa”. O login deverá ser único e partilhado entre os cerca de 60 meios de comunicado associados à iniciativa.


#4

Parece que só somos inovadores a fazer asneira. Primeiro o memorando, e agora ter um “bilhete de identidade online” colado na testa.


#5

Uma notícia na Meios&Publicidade dá conta da criação de uma equipa de marketing no Público para criar conteúdos para marcas, à medida. Coincidência?


#6

Começou:


#7

Desculpem mas sera que tenho cara de palerma?

O que se pode fazer para controlar/eliminar/ evitar esta situacao?

Nao visitar os sites e isso?

O que dizem?


#8

O mais importante é conseguirmos fazer pedagogia para explicar às pessoas que o registo no Nónio não é inocente – não é só mais uma conta, é uma forma de se monitorizar e acumular dados sobre o que se lê.

Apelar a não visitar os sites de todo é problemático porque são muitos, e incluem fontes de informação de que as pessoas que já lêem não irão abdicar no seu quotidiano.

No Reddit em português houve vários fios sobre o assunto (é pesquisar “reddit portugal nónio”), incluindo uma campanha interna com um bot que assinala os posts que linkam para media aderentes ao Nónio, com info sobre os problemas que envolve. Acho uma jogada muito boa no sentido da pedagogia que mencionei acima.


#9

Entretanto foi lançado este site (não sei por quem): https://nonio.pt/

Tem boa argumentação e recursos, mas foi pena lançarem antes de o Regulamento de Protecção de Dados ser aplicável (a partir de Maio), porque aquilo tinha violações claríssimas, que eles apontam no site, e que agora, ao que li no Twitter, estão a ser corrigidas. Já tinha guardado os prints e tudo, para Maio :smiley:

Quanto ao conteúdo, também não posso concordar com apelos ao boicote. Não só por razões de ordem prática que o Lafuente refere, mas porque valorizo mais o direito à auto-determinação, realizado de forma informada, que quaisquer convicções pessoais que possa ter.